Inicio   I   3 Fatores   I   Conferências   I   Salas de conferências   I   Biblioteca   I   Estudos    I   Links


Conhecimento de Si Mesmo - Conferência Nro 8

voltar atrás

Evolução, Involução e Revolução


Primeiro devemos compreender que a Lei de Evolução é completamente mecânica. O segundo que devemos observar é que se existe a Lei de Evolução também existe a Lei de Involução, já que é a sua irmã gêmea por oposição.

A esperança mecânica da humanidade na evolução é um fracasso. Se vemos tudo o que temos "evoluído" nos últimos anos, nos daremos conta disto. Quando tínhamos visto tanta degeneração, perversidade, guerras, prostituição, homossexualismo, lesbianismo, crueldade, etc., etc.?
Devemos deixar de sonhar com uma evolução mecânica e dar-nos conta que somente através da Revolução da Consciência é possível a regeneração humana. Compreender o erro em que nos encontramos quando nos apoiamos em conceitos como a teoria de Darwin.
O objetivo desta conferência é que consigamos ver com clareza o que viemos fazer ao planeta e como lograr este objetivo.

Como evoluímos através dos quatro reinos da natureza? Todas as chispas saem do Sagrado Sol Absoluto em busca da sua maestria ou Auto-realização através de um dos Sete Raios da Criação. Descem e entram na roda do Samsara para fazer um curso. Umas poucas conseguem Auto-realizar-se, a maioria fracassa. Todas têm o livre arbítrio e não são pressionadas a lograr o triunfo.
Se fixa como tempo para a oportunidade 300.000 anos esotéricos, representados na formação de 3.000 almas e 108 existências humanas para cada uma destas almas. O que equivale a 324.000 corpos físicos humanos. 


Existem três alternativas na roda do Samsara:

▪ Triunfo (lograr a Auto-Realização)
▪ Fracasso (esgotar as existências e regressar ao Absoluto com um 3% de consciência)
▪ Renúncia (à Roda do Samsara e regressa ao Absoluto com um 3% de consciência)

 

A Roda do Samsara

 

 

Pela direita ascende a Evolução dirigida por Anúbis.
Pela esquerda descende a Involução dirigida por Tifón de Bafometo.

 

Na Evolução encontramos os quatro reinos da natureza e na Involução os mesmos quatro reinos em estados involutivos:

- Reino Mineral
- Reino Vegetal
- Reino Animal
- Reino Humano

- Reino Humanóide
- Reino Animalóide
- Reino Vegetalóide
- Reino Mineralóide

Analisemos a Evolução:

 

No Reino Mineral a chispa é recolhida em um corpo físico mineral (pedra, metal, grão de areia, etc...) 
A alma se denomina Gnomo e tem a chispa original com o 3% de consciência. Não tem defeitos psicológicos, porém inicia a sua criação. Lhe é designado, a esta chispa, o primeiro cérebro que é o Emocional. 
Nestas condições durará milhares e até milhões de anos formando os seus primeiros defeitos. Os primeiros defeitos que forma são os de desobediência aos Gurus Devas da natureza. Continua com os defeitos de antipatia, preguiça, etc...
O único dever que tem a chispa é assistir ao colégio onde lhe estão ensinando as diferentes coisas do reino. 
Quando Anubis vê que a chispa já tem suficientes defeitos criados, esta será transferida para o Reino Vegetal.

 

No Reino Vegetal a chispa é conectada a qualquer vegetal de acordo com o Raio da Criação original ao que pertence. Esta Alma se denomina Elemental. E a Consciência continua com o 3% tal como chegou, porém é transferida com os defeitos que criou.
Lhe adicionam o segundo cérebro que é o Motor-Instintivo-Sexual. Apesar de que esta plantada em um determinado lugar, inicia o desenvolvimento do cérebro instintivo; Este lhe permite sentir dor, prazer e temor.
Tornando-se um ser bi-cerebrado. Cérebro Emocional e Cérebro Motor-Instintivo-Sexual. Tem que começar a lutar pelo alimento, por luz e contra outras plantas parasitas, etc. Nesta luta cria novos defeitos psicológicos, visto que já sente dor e tem que 'apreender' muito da natureza, para tornar-se forte.
Quando o Guru Deva vê que já criou suficientes defeitos a desconecta do reino Vegetal e a conecta ao reino Animal.

 

No Reino Animal a chispa mantém seu 3% de Consciência, mantém os dois cérebros do reino Vegetal, com a diferença de que agora não se encontra plantada e já pode mover-se, buscar a sua própria comida, aprender a defender-se dos outros animais, etc., etc.
Aqui desenvolve todos os instintos animais, a fornicação, violência, temor, agilidade, aprender a subsistir em um meio agreste, Fato que a leva a criar mais defeitos.
A Alma no reino Animal e denominada Ânima.
Quando o Guru Deva vê que tem suficientes defeitos a translada ao reino Humano.

No Reino Humano, Lhe é acrescentado o terceiro cérebro que é o Intelectual e receberá o nome de Alma. Terá direito a 108 existências com corpo físico humano. O cordão de prata será conectado ao primeiro corpo físico humano.
A partir deste momento descerá nove níveis, ou melhor dito, se degenerará em ciclos de doze existências até completar os nove níveis.
As primeiras existências darào-se em uma tribo, em um lugar afastado da civilização. Ao completar as existências número 54 a Evolução terá concluído. E o humano com tanto Ego robustecido, iniciará a Involução, Terá direito a 54 existências como Humanóide. O instinto coloca o intelecto a seu serviço, e a Alma ou psique se enegrecerá em uma forma muito mas acelerada.
Se não aproveitamos a Alma a perderemos, porém esgotadas as 108 existências ingressaremos na Involução, até que a natureza desintegre o último agregado psicológico e logremos a Morte Segunda.

 

Analisemos a Involução:

Uma vez esgotadas as 108 existências no Reino Humano, a chispa será conectada a um animal involutivo, ao mesmo tempo em que a consciência contaminada penetrará nos Nove Círculos Dantescos, de onde não sairá até que a natureza termine de desintegrar todos os defeitos.
Aqui receberá numerosos corpos de animais, e mais tarde será conectada a outros numerosos corpos de plantas involutivas, e por último chegará ao Reino Mineral Involutivo (minerais em decomposição).
Estes passos deverão dar-se já que o Sol não pode ter chispas ociosas. Todas devem servir à Lei do Trogo.


O que é a Revolução?

A Revolução da Consciência é um trabalho que cada um de nós deverá fazer para lograr sua própria mudança.
Esta mudança se faz através dos Três Fatores para a Revolução da Consciência:

- Morte Psicológica
- Nascimento Espiritual
- Sacrifício pela Humanidade

Morte Psicológica

-Descobrir os defeitos psicológicos mediante a Auto-Observação.
-Julgar os defeitos até compreendê-los.
-Suplicar a Mãe Divina que elimine os defeitos compreendidos.
Com a Morte Psicológica se libera a Consciência condicionada nos defeitos.

Nascimento Espiritual

O sábio uso da Energia Criadora Sexual para criar os Corpos Existências do Ser. União sexual entre homem e mulher (pênis e vagina) sem derramar a Energia Criadora Sexual.
Com o Nascimento Espiritual se fixa a Consciência liberada na coluna vertebral.

Sacrifício pela Humanidade

Entregar o conhecimento a Humanidade desinteressadamente, para que cada pessoa que o receba possa fazer sua própria Obra. Com o Sacrifício pela Humanidade se desperta o Amor.

Desta forma nos liberaremos da Roda do Samsara, dos processos de Evolução e Involução, aos que temos ficado presos desde muito tempo.
Assim lograremos a Auto-Realização do nosso Ser.


voltar atrás

Inicio   I   3 Fatores   I   Conferências   I   Salas de conferências   I   Biblioteca   I   Estudos   I   Links

Resolução mínima 800x600 - Copyright © 2008 e-mail: conhecimentodesimesmo@gmail.com