Inicio   I   3 Fatores   I   Conferências   I   Salas de conferências   I   Biblioteca   I   Estudos    I   Links


Conhecimento de Si Mesmo - Conferência Nro 4

voltar atrás

Os sete centros da Máquina Humana
 

Os objetivos desta conferência são:

  • Conhecer quais centros possuímos internamente. Saber como funcionam, que energia consomem, onde estão localizados, etc.

  • Que possibilidades temos, como seres humanos, para desenvolvê-los, equilibrá-los e regenerá-los.

  • Que funções cumprem; que atividade possuem durante a vida diária e como poupar energia.

Os sete Centros da Máquina Humana: (é importante notar aqui que ao falar de centros, nos referimos a algo que pertence ao Mundo Físico, e, portanto, ao Corpo Físico. Os Chakras pertencem a Alma ou à parte energética, porém as Igrejas ou Templos de Conhecimento pertencem ao Espírito).

Localização dos Centros

Centro Sexual

  • Localização: Osso Cóccix

  • Função: CRIAR, com três possibilidades de sexo:
    ▪ Supra-Sexo: cria os filhos da luz, criação dos Corpos Existências do Ser.
    ▪ Sexo Normal: reprodução da espécie
    ▪ Infra-Sexo: reprodução do Ego animal

  • Energia: Sexual

  • Sentido: Tato

  • Defeito: Preguiça


Centro Instintivo

§         Localização: Osso Sacro

§         Função: este centro cumpre muitas funções:
▪ Produção das outras quatro energias, por isso é denominado o Tetra-sustentador.
▪ Esta encarregado de produzir e distribuir todas as águas do microcosmos, por tanto maneja a saúde do corpo físico, a reprodução das células, o karma, etc.
▪ Maneja todos os átomos metálicos do nosso Mercúrio. Nele se encontra nosso Ego, quando o Centro Emocional produz um desejo, o Ego se apossa dele. Por isso afirmamos que a principal função deste centro é "Apreender", através do desejo: DESEJAR.

  • Energia: Vital

  • Sentido: Paladar

  • Defeito: Cobiça


Centro Emocional Inferior

  • Localização: na altura do umbigo, na coluna vertebral.

  • Função: SENTIR: Emoções positivas ou negativas. As emoções positivas atraem e nos fazem sentir enamorado, as emoções negativas rechaçam. Com emoções negativas odiamos, sentimos ressentimento e rancor. Devemos aprender a equilibrar este centro pois este é o que maneja o fogo, e portanto nos mantém adulterando a todo momento.

  • Energia: Emocional

  • Sentido: Olfato

  • Defeito: Luxúria


Centro Intelectual Inferior

  • Localização: na altura do coração, na coluna vertebral.

  • Função: PENSAR: Idear, planejar, projetar, recordar. Antes de fazer qualquer coisa primeiro a planejamos, por isso se diz que os pensamentos são a origem das obras. Quando pensamos, assim não saibamos, estamos começando a criar. Da qualidade dos pensamentos depende a qualidade das obras. Temos que aprender a auto-observar este centro, sendo que gasta muita energia. A melhor forma de pensar é não pensar.

  • Energia: Mental

  • Sentido: Audição

  • Defeito: Orgulho


Centro Motor

Este é o centro do movimento. Está encarregado de todas as obras e palavras. Este centro é totalmente mecânico quando se encontra dirigido por um eu psicológico. Este centro aprende a fazer qualquer coisa e aperfeiçoa o movimento até que não participe, para nada, o pensamento. Se pensássemos quando este centro atúa poderíamos matarnos, por exemplo, quando estamos dirigindo um veículo. Este centro maneja a vontade e enquanto tivermos defeitos nossas obras estarão influenciadas por eles.

  • Localização: na altura da laringe, na coluna vertebral.

  • Função: FAZER com as palavras, Obras e Omissões. O que mais fazemos os seres humanos é falar toda classe de tontices, quase nunca falamos nem fazemos coisas úteis.

  • Energia: Motriz

  • Sentido: Visão

  • Defeito: Ira


Centro Emocional Superior

  • Localização: Glândula Pituitária ou Hipófise
  • Função: JULGAR, medir efeitos
  • Energia: Da Consciência
  • Sentido: Vidência ou Auto-Observação
  • Defeito: Gula


Centro Intelectual Superior

  • Localização: Glândula Pineal
  • Função: SABER
  • Energia: Do Espírito Puro
  • Sentido: Poli-vidência
  • Defeito: Inveja


O estado atual dos sete centros:

Em todos os seres humanos os centros se encontram desequilibrados, já que ninguém está interessado em trabalhar sobre si mesmo, e quase a totalidade das pessoas não se conhecem a si mesmos. Vemos que temos que começar o trabalho para conhecê-los.
O centro Instintivo como produtor de energia abastece a todos os demais inferiores, e o excedente de energia é depositado no centro Sexual. Este trabalho se faz durante a noite quando o corpo físico descansa.
Ao iniciar o dia, cada um de nós, nos encontramos com as baterias carregadas. E começamos a gastar energia cada vez que usamos um centro.
Cada pensamento vai gastando energia do centro intelectual, até esgotar a carga inicial. Quando esta carga se esgota completamente, este centro roubará energia do centro Sexual, para poder seguir funcionando.
Cada uma das nossas palavras ou movimentos vai gastando energia do centro Motor. Quando as reservas energéticas se esgotam, este terá que roubar energia do centro Sexual, para seguir trabalhando.
Cada emoção esgota a energia do centro Emocional na nossa vida diária, e quando esta esgota, roubará ao centro Sexual.
Por seu lado, o centro Sexual para trabalhar, como tem sido saqueado durante todo o dia, deverá trabalhar com os excedentes dos outros centros. Conclusão: não trabalha com sua própria energia e não se pode criar nada novo.
E para o cúmulo da situação, poucas pessoas conhecem o Supra-Sexo, e quando chegam à prática sexual se esforçam para extrair a energia o expulsá-la através do orgasmo e todas as reservas energéticas são extraídas somente por diversão.


Como equilibrar os centros:

Os cinco primeiros centros estão caídos e trabalham equivocadamente. Os dois centros superiores não estão caídos e trabalham equilibradamente. Poucas pessoas fazem uso destes centros superiores. A grande maioria fazem mau uso dos cinco centros inferiores.
Se vamos  equilibrar estes centros, primeiro deveremos aprender a observá-los.
O segundo passo será aprender a poupar a energia para que não tenha saqueio do centro Sexual.

Devemos começar a refletir em:

  • O que é o Reto Pensar? Quando estamos pensando devemos perguntar-nos se este pensamento é Verdadeiro, Justo ou Útil.

  • O que é o Reto Sentir? Quando estamos sentindo devemos perguntar-nos se este sentimento é Verdadeiro, Justo ou Útil.

  • O que é o Reto Obrar? Quando estamos obrando devemos perguntar-nos se esta obra é Verdadeira, Justa ou Útil.

  • O que é o Reto Falar? Quando estamos falando devemos perguntar-nos se estas palavras são Verdadeiras, Justas ou Úteis.

Estratégia para poupar energia

Se iniciarmos esta estratégia veremos que são poucas as coisas que fazemos, falamos, sentimos e pensamos que reúnem estes requisitos. Vamos perceber que fazemos somente coisas inúteis, que nunca pensamos coisas úteis, e não sentimos nada bom e falamos até pelos cotovelos. Conclusão: Fracasso.
Colocando em prática esta estratégia se iniciará a poupança de energias e esta nos permitirá utilizar bem o sexo, criar os Corpos Existenciais do Ser e sair do estado animal em que nos encontramos atualmente. 
Como qualquer possibilidade de Ser depende disto, devemos começar a praticá-lo imediatamente.


voltar atrás

Inicio   I   3 Fatores   I   Conferências   I   Salas de conferências   I   Biblioteca   I   Estudos   I   Links

Resolução mínima 800x600 - Copyright © 2008 e-mail: conhecimentodesimesmo@gmail.com